warning icon
YOUR BROWSER IS OUT OF DATE!

This website uses the latest web technologies so it requires an up-to-date, fast browser!
Please try Firefox or Chrome!

blog-nelore-santa-clara-como-e-viver-no-campo

As casas das zonas rurais são bastante diferentes das que vemos hoje nas nossas cidades e o estilo de vida no campo também conta com muitos contrastes da vida urbana. É claro que há casos e casos e não dá para fazer generalizações, mas existem alguns contrastes muito evidentes. Eu nasci e fui criado em um sítio no interior de Minas Gerais e a vida naquela época era dura e gostosa ao mesmo tempo.

Casa de sítio

Naquela época as casas não tinham energia elétrica, mas depois houve um programa do governo que ajudou muita gente e passaram a contar com a energia e a água era de mina, pura que dava gosto. A infraestrutura era muito básica e as construções não tinham nada de luxo, mas prezava pelo espaço, já que era comum encontrar casas grandes com muitos cômodos, uns ligando aos outros.

Ventilação e iluminação

Hoje vivendo na cidade e acompanhando os enormes problemas habitacionais fico imaginando na riqueza que havia ali. As casas eram simples, é verdade, mas era super ventiladas, com iluminação natural e totalmente ecológicas. Não é isso que estão buscando fazer nas cidades?

O problema do êxodo rural que transferiu as pessoas do campo para as cidades em busca de uma vida melhor, gerou enormes problemas habitacionais com pessoas vivendo amontoadas em verdadeiros cubículos. Olho para isso e sinto saudade da simplicidade da casa do sítio e de como era viver no campo.

A vida no campo

A vida no campo é marcada pela liberdade de ir e vir a qualquer hora, de comer de tudo sem precisar ficar com medo de como aquilo foi feito, de respirar ar puro e ter noites agradáveis para dormir, muito diferente das noites de verão nas cidades onde o concreto esquenta durante o dia e forma uma enorme ilha de calor a noite, entre outras características.

É claro que o trabalho era duro, o acesso a escola e outras coisas eram limitados ou pelo menos dificultado. Talvez este tenha sido o grande motivo que levou muitas a vir para as cidades.

Fonte: Casa Dicas

DEIXAR COMENTÁRIO

loading
×